quinta-feira, 23 de junho de 2011

A Harmonia é Numérica

Título: A Harmonia é Numérica
Autor: Javier Arbonés e Pablo Milrud
Tradutor: João Pedro Piroto Pereira Duarte

Sinopse: Um grande matemático disse numa dada ocasião que a música era "o prazer experimentado pela mente humana ao contar sem dar-se conta de que está a contar". As ligações entre a música e a matemática são muitas e fascinantes, indo desde a relação entre a harmonia e o número que deslumbrou os pitagóricos, até às engenhosa técnicas de repetição e transposição empregues por Bach, Mozart e muitos outros para compor algumas das suas obras-primas.

Opinião: Desta vez a matemática surge ligada à música, neste livro da colecção sobre matemática que tenho por aqui e que, como não podia deixar de ser, me deixou interessado no assunto, apesar de não me ter fascinado como alguns já me fascinaram...

Quer dizer, tem cá todos os elementos que têm os outros, a contextualização histórica impecável, as explicações claras e concisas, e os exemplos bem ilustrativos... Mas falta-lhe qualquer coisa, talvez seja o tema que não me diga muito, ou talvez sejam os autores que não me cativaram muito, mas a verdade é que não achei que fosse nada de tão extraordinário quanto isso.

Ou melhor, é extraordinário, eu é que não achei assim tanta piada, porque é de facto um assunto fascinante, a noção de se conseguir definir a arte, nomeadamente a música, através de processos matemáticos. Mas não me cativou.

Como tal, posso dizer que é um livro interessante, mas talvez mais direccionado para quem esteja mais ligado à música que eu, ou que tenha mais curiosidade sobre os seus aspectos técnicos que eu.

2 comentários:

Laura disse...

Penso que o meu problema neste livro seria mais a parte da matemática do que da música LOL mas parece interessante, nem que seja por mera curiosidade.

Rui Bastos disse...

Ora, não é nada assim de tão transcendente :D