quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Harry Potter e os Portugueses


O assunto que vou agora mencionar é mera conjectura da minha parte, uma simples e vaga teoria que tem poucas probabilidades de se revelar inteiramente acertada, mas que acho que vale a pena discutir, quanto mais não seja para que me mostrem que não tenho razão.

Pois bem, vou-vos contar a minha teoria. A maior parte de vocês deve saber que Rowling viveu no Porto durante algum tempo, para dar aulas de Inglês. Chegou mesmo a casar-se com um jornalista português, e a filha de ambos nasceu por cá, em 1993 (no mesmo ano que eu e tudo). Pouco tempo depois acabaram por se separar de forma pouco amigável, uma vez que brigavam muito e que o jornalista chegou a tornar-se violento. Ou pelo menos foi o que eu li algures. Parece que, após este período, Rowling viveu uma das piores fases da sua vida, ficando deprimida e com tendências suicidas, de tal forma, que foi a partir da forma como se sentia nesta altura que teve a ideia de criar os Dementors.

E depois temos o fundador dos Slytherin, Salazar Slytherin, um tipo não muito simpático, antepassado do próprio Lord Voldemort; bem como Dolores Umbridge, sacaninha odiada, no geral.

Ou seja, um passado algo tempestuoso em Portugal, e duas personagens vá, tempestuosos, com nomes que soam mais a português do que a inglês, apesar de ambos terem origem espanhola. A junta a isso, o facto de o fundador dos Slytherin ter o mesmo nome que o nosso próprio ditador doméstico.

Estão a perceber a minha ideia? É algo que tenho que investigar mais a fundo, especialmente nos livros, a ver se encontro alguma coisa que possa ter inspiração portuguesa, mas... que acham? Obviamente que não passa de uma teoria infundada, com argumentos vagos e pouco determinantes, mas gostava de saber as vossas opiniões.

Alguma da informação foi tirada daqui, o resto não me lembro onde li.

8 comentários:

WhiteLady3 disse...

Lembro-me de ter lido algures que a Diagon-Alley também era inspirada na cidade do Porto, na Baixa se não me engano. :/ Ou pelo menos na rua comercial mais conhecida (não conheço o Porto e não me recordo do nome da rua mas costuma ser mencionada nos telejornais *head desk*)

The fanatic reader disse...

Parece uma teooria da conspiração mas a verdade é que está muito bem visto! Era interessante ouvir a autora sobre o assunto :)

Olinda P. Gil © disse...

Li estes livros há muitos anos. Sei que enquanto lia, parecia encontrar constantes referências à cultura portuguesa.

E deixo-vos aqui um post de um amigo meu sobre a Diagon-Alley no porto:
http://musicologo.blogspot.com/2011/07/diagon-alley-no-porto.html

Inês Montenegro disse...

Tens também a Petúnia, a data em que o coelho da Parvati morre é a mesma do casamento da Jo Rowling com o jornalista, e os uniformes de Hogwarts foram inspirados no Traje universitário (que apenas existe em Portugal, embora algumas Tunas espanholas também o usem nas actuações).
Não é teoria da conspiração. Atendendo ao tempo que cá viveu, seria até anormal caso não houvesse qualquer tipo de influência.

Rui Bastos disse...

Que engraçado, nem sabia essa da Diagon-al!

Alice Matou-se disse...

O que tem piada, é que todos os aspectos relacionados com Portugal (à excepção da Diagon-Al) têm um tom um tanto quanto negativo...

M. à conversa disse...

Gostei muito de ler este post porque até à data nunca tinha associado momentos, cenários da história ao nosso país. Mas é curioso que já me tinha acontecido enquanto lia os livros, imaginar sítios portugueses a partir de descrições que era feitas, mas pensava que não pensava meramente da minha forma de imaginar (portuguesa) :)

Anónimo disse...

Sou uma grande fã de Harry Potter mas nunca tinha imaginado ligar situações ou personagens da saga a Portugal.
Depois desta leitura fiquei a concordar consigo.
Gostei muito do poste pois fiquei a saber coisas que não sabia, como que a J. K. Rowling tinha vivido em Portugal mas fico contente por saber.
Este é um poste muito bem feito, por isso felicito-o!! :)