sábado, 14 de dezembro de 2013

Crónicas Convidadas


E é assim que me começo a sentir sozinho neste canto, depois de alguns meses a solo. Isto da liberdade e à-vontade para fazer o que muito bem me der na gana é (como a Alice, ex-colaboradora e co-fundadora do blog vos pode dizer) é bem porreiro.

Mas manter isto actualizado dá trabalho. E estar sempre a escrever crónicas e opiniões e sei lá, consegue ser desgastante, especialmente quando se tem outras coisas para fazer, como, vá, estudar, comer e dormir.

Felizmente tive uma ideia genial, há uns tempos atrás: ter uma série de convidados a escrever umas crónicas. Eu sei que já se faz um bocadinho por todo o lado, mas eu disse genial, não necessariamente original.

Pois é, decidi fazer isso. Não foi difícil arranjar pessoas, tenho amigos que escrevem de tudo um pouco, a maior parte até tem blogs próprios. A parte interessante aqui foram os temas.

Farto das crónicas que ando a escrever, às quais sinto que anda a faltar qualquer coisa para as fazer realmente interessantes, queria que os meus convidados escrevessem coisas mesmo estrondosas. Queria mesmo que a experiência fosse espectacular para todos os envolvidos.

Isso envolve arranjar um tema que me interesse a mim e que possa ser do interesse de quem cá vem, dentro do tema da literatura e arredores, e que, acima de tudo, ainda fosse um desafio para quem escreve.

Não houve cá temas do estilo "O que gostas mais quando lês um policial?", nada de banal e aborrecido. Conhecendo as pessoas, tentei arranjar temas que lhes fossem especiais e se lhes apresentassem como desafios. Queria que se divertissem a escrever, também.

No fundo tinha que os manter interessados o suficiente para não se importarem de trabalhar para mim. Success! Já tenho duas crónicas prontas a serem publicadas, uma que já me prometeram que está acabada, e pelo menos duas que mais mês menos mês também chegam aí. Tenciono pedir a mais pessoas, tenho algumas em lista de espera, só me falta arranjar um tema, mas por agora já tenho umas boas perspectivas.

As crónicas também são maiores do que o costume. Eu disse-lhes para escreverem à vontade. O meu plano é publicar uma dessas por mês, em três ou quatro posts decentemente espaçados. A começar em Janeiro!

Desde já um muito obrigado aos meus convidados, tanto os que já o são, como os que ainda vão ser. Tenho a dizer que já li as duas crónicas que estão acabadas, e boy, oh boy, mal posso esperar para as publicar!

2 comentários:

Ana/Jorge/Rafa/Júlia disse...

At last... :P

Jorge

Rui Bastos disse...

A culpa é minha, feito campeão não impus prazos...