quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

É preciso é continuar


Bem-vindos à minha primeira publicação de 2015. Não fiquem já com demasiadas expectativas, que não sou daqueles tipos que faz listas do melhor e do pior e promessas e resoluções e isso tudo. Sou apenas um rapaz que gosta de ler, escrever, milhentas outras coisas - a maior parte deles completamente nerds, geeks, ou ambas - e que é capaz de sentir um profundo ódio por algumas coisas. Como à cor cinzenta, ao Principezinho, e a azeitonas.

Mas sou, no entanto, um rapaz que enquanto blogger, gosta de conversar. O objectivo inicial do blog era exactamente ser um espaço de diálogo, e não só um espaço de divulgação. E por favor nem se comecem a lembrar da quantidade de vezes que me queixei, por vezes injustamente, da falta de comentários só no último ano.

Portanto vou fazer isso mesmo. Já apresentei os meus problemas em várias ocasiões, está na altura de apresentar soluções. O que implica novidades.

A começar pelo aspecto do blog. Por muito que me custe, vou ter que me dedicar a isso. Posso até nem fazer nada de extraordinário nem artístico, mas quero dar-lhe um ar diferente. E escurecê-lo um bocado. Acho que este aspecto ainda é do tempo em que tinha colaboração, e tanto branco já me está a chatear um bocado. Aproveito também a sugestão que foi dada há dias, e vou-lhe dar duas barras laterais, para ter mais espaço para inventar sem perder visibilidade!

Tudo isso só em Fevereiro. Janeiro é o mês dos exames. Aguentem a brancura mais um mês, pode ser?

Falemos então de conteúdo. A ver se continuo a trazer entrevistas aqui ao cantinho, seja em que formato for. Com a falta de tempo acabei por empatar uma que gostava muito, mas muito de já ter feito, e que prometo que aparecerá (relativamente) brevemente. E vou tentar ser mais activo e contactar mais autores, para ver se a coisa se desenvolve.

Outra coisa, muito simples, é a tal inclusão de pelo menos filmes e séries. Filmes acabo por não ver muitos, mas até já publiquei uma ou duas opiniões, portanto a ver se o faço com mais frequência. Séries, bem, tal como os livros, eu estou sempre a ver alguma série, portanto tenho pano para mangas!

Com o passar dos meses talvez me apeteça falar de outros assuntos, mas ainda tenho que pensar nisso. Sim, estas novidades incluem um ponto em que eu vos digo "e hei-de pensar em mais coisas". A verdade é que a falta de tempo é uma coisa tramada, mas quando me conseguir sentar e realmente ficar a pensar, vou tirar conclusões. Ando a magicar algumas coisas, alguns temas para falar por aqui... Logo se vê!

O mais importante é aquilo que ainda não disse. Orgulho-me da minha rubrica Estantes Emprestadas ter corrido às mil maravilhas, com doze contribuições fantásticas de parceiros que vou voltar a chatear convidar, sem sombra de dúvida. Este ano quero continuar a rubrica, mas ligeiramente diferente. Um novo modelo, para não esgotar a novidade. Chamemos-lhe Estantes Emprestadas 2.0. Prestem muita atenção: desta vez vou pedir aos convidados (ainda só tenho um, mas não se preocupem, tudo se resolve) para me dizerem sobre o que é que querem que eu escreva. E depois respondem-me nos blogs deles.

Arriscado e peculiar, mas é assim que eu gosto. O objectivo é criar um mini diálogo entre os blogs e os bloggers, mantendo o interesse das pessoas e de forma a permitir explorar os vários lados da mesma questão. É claro que isto implica uma escolha muito criteriosa de tema e, portanto, uma escolha muito criteriosa de convidados, mas eu cá me arranjo. Espero que corra tão bem como o ano passado.

A única coisa que falta também é importante e serve de enquadramento a esta Estantes Emprestadas 2.0 (que ainda não sei se vai ter nome próprio, se fica literalmente com 2.0 ou se mantém o nome do ano passado), é que vou declarar que 2015 é, oficialmente, o meu ano de interactividade bloguística. Entre blogs, bloggers e leitores. Daí o novo modelo das crónicas convidadas e daí uma experiência que estou a pensar fazer: não só tentar deixar mais perguntas e mais hipóteses de conversa nas minhas publicações, como convidar toda - TODA - a gente que me leia a responder-me em formato longo.

Ou seja, se sentirem mesmo eloquentes em relação a alguma coisa que eu diga, além de comentarem normalmente, o que eu já incentivo, convido-vos a escrevem um texto e a enviarem-me para o e-mail, que eu publico no blog. Se quiserem, e tiverem um blog, publiquem lá directamente que eu faço a devida divulgação. O que me interessa é que as pessoas interajam. Não tenho a certeza de quão boa ideia é esta parte, nem de quão bem a vou conseguir fazer funcionar, mas quero tentar.

E sim, é muito diferente das EE2.0: essa rubrica é exclusivamente para bloggers e é suposto não ser só para debater um livro em específico, a não ser que haja um motivo mesmo bom. Este outro convite é aberto a toda a gente, e pode ser para contrapor alguma das minhas opiniões a um livro, filme ou série, palavra por palavra.

Acho que está tudo. Se me lembrar de mais alguma coisa, já sabem, em Fevereiro terão mais novidades. Até lá segue a programação normal, Segundas, Quartas, Sextas e Sábados. Um bom ano e boas leituras!

P.S.: devia mesmo começar a tirar fotos para ilustrar as minhas crónicas...

4 comentários:

Nádia Batista disse...

Odeias azeitonas? Porquê? :P

Boas ideias, agora - ou em Fevereiro - é passar à acção. Eu prometo que vou tentar comentar mais, porque sim, sou daquelas que visita e não comenta, e depois tenho a distinta lata de me queixar mentalmente do mesmo que tu!

Todavia, hoje não me sinto eloquente. Está muito sol e eu tenho muito sono :)

Bom ano!!

Rui Bastos disse...

Sei lá. Mas o só cheiro deixa-me agoniado!

Comentas em Fevereiro, pelo menos, as mudanças ;)

Bom ano!

Elsa Leal disse...

You and me: debate sobre o Prinicipezinho.
MUAH AH AH

XD

Rui Bastos disse...

Considera-te convidada! Fevereiro? Eu escrevo uma crónica sobre o meu ódio ao Principezinho, e tu respondes no teu blog? :p