sábado, 14 de novembro de 2015

Sr. Burro da Silva, o leitor hipotético


Lembram-se deste texto, sobre suspensão da crença? Foi lá que nasceu o Sr. Burro da Silva, um ser imaginário que fez sucesso entre quem acompanha o blog. Na altura não pensei muito nisso, mas a pedido de uma imensa quantidade de famílias (duas pessoas) decidi que não era má ideia fazer deste meu amigo abstracto um membro regular dos meus textos.

Mas quem é, afinal, o Sr. Burro da Silva? Qual o motivo do seu nascimento? Porque é que se chama assim? E qual vai ser o papel daqui para a frente?

Para começar, o Sr. Burro da Silva é uma criatura conceptual que condensa na sua não-existência todas as características possíveis e imaginárias que me irritam noutras pessoas. Especialmente no que diz respeito a escrita e leitura.

É que, digamos, como alguém que sempre teve opiniões fortes, e que não tem vergonha de ler e escrever o que muito bem lhe apetece, pessoas a gozarem comigo por causa disso é o pão nosso de cada dia, há anos. Às vezes nem é gozar, é mesmo menosprezar.

Este Sr. Burro da Silva é um leitor hipotético que simboliza, de uma forma geral (mas também particular), pessoas que me irritam. O que quer dizer que se significados simbólicos se medissem numa qualquer unidade de massa, o Sr. Burro da Silva seria um indivíduo imaginário deveras gordo.

Felizmente este meu amigo mora num espaço abstracto e meramente conceptual, com o objectivo de ser puxado da cartola sempre que precisar de dialogar com alguém para explicar melhor alguma coisa a quem lê estes textos que teimo em publicar por aqui.

"Sirvo para quê, repete lá?"

Ora se não é o próprio Sr. Burro da Silva! Bons olhos mentais o vejam, ainda bem que voltou do seu retiro intelectual chamado Fantasia não é Literatura: se eu quisesse ler coisas irrealistas ia ler os acordos do PS com o BE, o PCP e o PEV.

Sim, ele é agressivamente de direita, em termos políticos. Nem sequer um PSDzito, é mesmo CDS-Paulo-Portas-é-um-deus-irrevogável. Mas deixemos a política fora destas coisas! Como vai, Sr. Burro da Silva?

"Estou confuso."

Não me surpreende. A única coisa que consegue estar mais vezes do que surpreendido é perplexo, e acho que é só porque pensa que querem dizer a mesma coisa. Mas não se preocupe que eu explico rapidamente: agora trabalha para mim!

"Ai sim? Por alma de quem, seu rabilas que lê Stephen King e gosta de Dan Brown?"

Tenha calma, que ambos esses autores tendem para fast food, mas Stephen King é mais uma espécie de hamburgueria gourmet, enquanto que Dan Brown é um McDonalds daqueles gordurosos e mal encarados. Não interessa. Fico mais curioso com o facto de não gostar de Dan Brown...

"Aquilo não é literatura a sério."

Bem, até concordo. É repetitivo, como o Nicholas Sparks, e o tipo estica-se demasiado a escrever. Mas, e não me orgulho muito desse facto, mas também não me envergonho particularmente, até gosto bastante de um livro dele, Fortaleza Digital, ou pelo menos lembro-me de gostar, que já o li há uns anos largos.

"Bah. Ainda por cima a compará-lo com o génio literário que é o Nicholas Sparks."

Como?

"Nicholas Sparks! Um dos maiores escritores vivos, com histórias tocantes, bem escritas, originais!"

Que... Ah, calma. Já sei. Também não gosto de pessoas que não são coerentes. Isto vai ser divertido. Sr. Burro da Silva?

"O que foi?"

Pode regressar para a sua casa conceptual e ler... bem, o que andar a ler agora.

"Estou a fazer uma maratona pelas notas de rodapé e os anexos dos livros do David Soares! Aquilo sim, vale a pena."

Está bem, então. Adeus, até à próxima.

Como podem ver, o Sr. Burro da Silva é uma óptima desculpa para eu gozar com as coisas e fazer de conta que tenho piada. Não sei quando é que ele volta, mas há-de voltar de certeza absoluta. Por agora não percam o próximo episódio, porque nós... também não!

4 comentários:

Jules Pijey disse...

És pouco esperto, és...

Rui Bastos disse...

Vocês sugeriram, eu concordei! :D

Anónimo disse...

O Sr. Burro da Silva diria que é um heterónimo teu, mas desconfio que, como sempre, estaria errado...
Criaste uma personagem-tipo excelente para encheres com toda a tua raiva.

Como diria o Son Goku: "Usa a tua cólera!"

Abraço

FBF

Rui Bastos disse...

Só se for um HATErónimo :D

Vamos ver quando é que o desgraçado volta a aparecer... Obrigado!

Abraço