quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Daisy Miller

Afinal, com apenas dois livros para acabar a colecção, ainda dá para me surpreender. Acham que eu alguma vez dava o que quer que fosse por este livro? Nada, nunca na vida!

Agora, depois de o ler, até era gajo para largar uns trocos por ele. O livro fala sobre uma personagem, e perdoem-me aqui o floribelismo, super-hiper-mega-ri-interessante!

Essa personagem é Daisy Miller. Uma jovem com fama de namoradeira, e completamente... nem sei! Fria e distante, completamente aérea, mas com um charme natural absolutamente  irresistível. Não se preocupa com o que dizem dela, ao mesmo tempo que se preocupa... A sério, é muito bom.

Tenho medo de dizer que é uma personagem complexa, porque acho que nunca apanhei uma personagem daquelas complexas e profundamente caracterizadas, e sou péssimo a avaliar personagens, mas estão a ver a ideia, Daisy Miller é, na minha opinião, uma personagem relativamente complexa.

E o livro é apaixonante. Não é o meu tipo de história, nem nada que se pareça, mas tive aquela coisa de querer saber o que vai acontecer a seguir, em grande parte graças a Daisy Miller, que tanto me fascinou.

Ah, e a lengalenga do costume, mais um autor que descobri, tenho que procurar mais coisas, a edição é horrível, odiosa, nojenta, ranhosa, etc...

4 comentários:

tonsdeazul disse...

Lê "Os Europeus", que é tão bom como este "Daisy Miller". ;)

Rui Bastos disse...

Vou certamente procurar, obrigado :)

Páginas de inspiração disse...

Tenho de deixar de ver estas cenas senão levo os meus pais á banca rota:P. Curto bue deste blog. continua o exelente trabalho.

Rui Bastos disse...

Ora muito obrigado ^^

Quanto a levares os teus pais à banca rota... olha, não sei, tenho o mesmo problema xD